Informação sobre cólica, causas, sintomas e tratamento da cólica, identificando o diagnóstico da cólica menstrual, intestinal, renal e as cólicas em bebés, identificando formas de promover a sua prevenção ou de diminuir a sua ocorrência e intensidade.


quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Tratamento da Cólica intestinal

A alteração no estilo de vida deve ser levada em consideração, já que o estresse e a ansiedade são fatores que podem desencadear e manter os sintomas intestinais. Nesse aspecto, a realização de atividade física também é de grande valia.
O uso de medicação antiespasmódica relaxa a musculatura lisa intestinal, levando à diminuição do quadro doloroso. No entanto, deve-se lembrar que esses medicamentos são efetivos para a dor abdominal, mas apresentam pouco efeito em relação à diarreia e à constipação.
Nos recém-nascidos, a cólica só pode ser amenizada, e não eliminada. Entre os recursos mais indicados, estão as massagens abdominais e as compressas de água quente.
O intestino deve funcionar regularmente. Se as fezes apresentarem aspecto diferente do normal com muco ou sangue, o farmacêutico deve orientar o cliente a procurar atendimento médico o quanto antes para investigar a causa da alteração.

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL